Raquel Vaz

(Psicóloga Clínica)

Licenciada em 2002, pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA) e Membro Efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Ao longo do percurso profissional tem investido na área da Psicologia clínica, através da sua formação (mais recentemente, os cursos “Play Therapy para crianças e adolescentes” “Certificação Internacional de Coaching”) e na colaboração em projetos (destacando-se a Umbilical – Associação pela promoção do bem-estar emocional na gravidez e pós-parto, como sócia-fundadora), experiências e partilhas que têm contribuído para o desenvolvimento de competências e de técnicas que permitem atuar ao nível da prevenção, da avaliação e em processos de reabilitação e/ou psicoterapia de apoio.

A sua intervenção passa pelo papel de formadora, abordando temáticas relacionadas com psicologia do desenvolvimento e parentalidade. Pelo papel de psicóloga clínica, através de consultas dirigidas a crianças, jovens e adultos, no âmbito de processos psicoterapêuticos. E pelo papel de mãe de dois filhos, o que lhe trouxe uma compreensão vivencial acerca do desenvolvimento materno-infantil e sobretudo da perspetiva parental e familiar.

É sobretudo apaixonada pelas relações humanas e pelos seus caminhos e labirintos que tornam a experiência da vida mais desafiadora! E como um desafio aceitou fazer parte deste projeto. Porque acredita no trabalho em equipa, numa intervenção multidisciplinar, de modo a possibilitar o reajustamento emocional do indivíduo e/ou grupo e a promoção de qualidade de vida. Porque acredita na importância da atuação do psicólogo clínico no contexto de uma sintomatologia associada a algum transtorno psicológico no período perinatal, permitindo um entendimento mais alargado de quem vivencia esse mesmo transtorno e de quem faz parte da sua rede de apoio informal ou formal. E porque acredita que a felicidade de cada ser começa desde o momento em que existe no pensamento de alguém.

Cláudia Coelho

(Diretora / Coordenadora Pedagógica do Projecto Flauta Mágica
Monitora de Música para Grávidas)

Iniciou os estudos musicais aos 7 anos e aos 8 já era executante de flauta transversal. Estudou na Academia dos Amadores de Música e na Escola do Conservatório Nacional, e frequentou aulas de canto. Mas é em 2004 que se dá “o clic”, e mergulha a fundo no mundo da música para bebés e da iniciação musical, do qual nunca mais saiu. Dois anos mais tarde frequenta o curso de Edwin Gordon, na Fundação Calouste Gulbenkian. Em 2008, parte para Michigan, nos E.U.A., para frequentar um curso intensivo no âmbito de “Early Childhood Music” através do “The Gordon Institute for Music Learning”. Em 2004 decidiu que o seu caminho era para construir com alunos de palmo-e-meio. Actualmente dá aulas de iniciação musical, de flauta transversal e de bisel, particulares ou em Associações, Colégios e Creches. De 2011 a 2014 desenvolveu um trabalho sobretudo de voluntariado na Índia, na área da música, yoga e bem-estar. Vê na música o despertar de todos os sentidos e o aglutinar de todas as emoções, por isso, faz workshops com crianças, pais e bebés, e agora também com as futuras mães.

Susana Anão

(Professora de Yoga baby e Yoga Kids)

Licenciada em Educação de Infância. Ao longo de 10 anos, foi uma educadora pragmática e exigente. O nascimento da sua filha, há 5 anos, deu-lhe a conhecer o seu lado mais sensível e emocional, abrindo novos horizontes de conhecimento e interesse pelo desenvolvimento das crianças. Fez o curso de Língua Gestual Portuguesa e foi praticante de Ginástica Rítmica durante 30 anos, o que lhe proporcionou uma grande aprendizagem, quer ao nível do desenvolvimento motor e físico, quer ao nível da comunicação e socialização. Na tentativa de se reencontrar e de dar um novo sentido à vida, encontrou no Yoga para Bebés e Crianças um novo caminho de evolução profissional, mas sobretudo pessoal. Através das formações de professores de Yoga Kids e Yoga Baby, sento que encontrou uma forma harmoniosa de ajudar no desenvolvimento corporal e emocional das crianças.

Ana Raquel Matos

(Facilitadora de Dança Embalaiê)

Raquel nasceu em dezembro de 1982, e desde pequena que é apaixonada pela escrita, pela dança e pela música. Em 2005 termina a sua licenciatura em Jornalismo, e começa a trabalhar na área. Mas o desejo de fazer algo pelos outros (e por si mesma), leva-a a iniciar um caminho no Yoga, e em 2013 faz uma formação de monitores de Yoga para crianças. Em 2014 começa a dar aulas a adultos, acabando por fazer uma formação, que termina em 2015. Em maio de 2017 abre o seu próprio Estúdio de Yoga, de forma a ter mais tempo para a família, e a mudar o seu estilo de vida por completo. Nesse sentido, vai à procura de novos horizontes, nomeadamente na Dança. Esse bichinho da dança faz com que queira aliar o movimento ao Yoga, e em 2017 faz uma formação em Yoga Devotion Dance, e em Dança Embalaiê, onde alia o mundo da Dança às crianças e ao seu desenvolvimento. O Yoga e a Dança são o caminho que escolheu para a sua vida, e procura sempre melhorar-se de forma a que mais gente possa ser ‘tocada’ por um ‘pó de fada’ daquilo que vai aprendendo ao longo do caminho.

Ana Melo

(Terapeuta de Shiatsu)

Terapeuta de Shiatsu desde 2011, formada na Escola de Shiatsu de Portugal (Instituto Macrobiótico de Portugal), afiliada da Escola Internacional de Shiatsu de Kiental (Suíça). O que começou por um gosto pela massagem, cresceu para algo muito maior quando iniciei o meu percurso no Shiatsu. Os três anos de curso que realizei trouxeram-me imensas aprendizagens e novos percursos na minha vida, tanto pessoal, como profissionalmente.

Iniciei a prática de meditação, após o curso de introdução e intermédio de Meditação no Centro Budadharma. Fiz o curso de Comunicação Não-Violenta, Sabedoria do Corpo, Mindfulness, também no Centro Budadharma, os quais me levaram a uma maior compreensão acerca do nosso corpo e da sua linguagem.

Desde 2012 integro o coletivo Satori Shiatsu, composto por colegas/amigos de curso completamente apaixonados pelo poder do toque que o Shiatsu proporciona.

Entre 2014 e 2016 dei Shiatsu no Centro Comunitário de Linda-a-Velha.

Desde 2015 dou Shiatsu no centro Mom & Me, em Campo de Ourique e no Rato, trabalhando com grávidas, mães, bebés e crianças.

Em 2015 houve uma nova viragem na minha vida. As alterações emocionais vividas após o nascimento da minha filha, levaram-me a uma incrível viagem de auto-descoberta e conhecimento. E passei a sentir em mim mesma o poder do Shiatsu, na sua capacidade de nos (re)conectarmos com o essencial e atingirmos, assim, um estado de plenitude e felicidade.

Lúcia Garcia

(Psicomotricista Infantil)

Lúcia Garcia é licenciada em Reabilitação Psicomotora e pós-graduada em Neuropsicologia Clínica: do diagnóstico ao tratamento & Intervenção Neuropsicológica: avaliação e reabilitação . O seu principal interesse e especialidade centra-se na relação entre o desenvolvimento psicomotor e a conexão dos bebés/crianças com os seus ambientes educativos, Escola e Família e entre a Vinculação e a Inteligência e as competências emocionais nas crianças.  Fascinada pelo ambiente lúdico e terapêutico que a Psicomotricidade permite, tanto num contexto de estimulação do desenvolvimento, como num contexto terapêutico, onde são trabalhadas alterações do desenvolvimento infantil, decidiu desenvolver o seu Projeto das aulas de expressão motora em creches e jardins de infância e também o acompanhamento individual de crianças com Perturbações do desenvolvimento, tendo sempre como premissa, a interligação e interrelação entre o «ser corpo» e do «ser mente».
​Mais recentemente tornou-se facilitadora de meditação e relaxamento para crianças, certificada pela DGRT. O seu projeto INSpira & RESpira permite à criança e adulto construir uma maior consciência e controlo emocional através de um conjunto de técnicas que favorecem a consciência de si próprio e do seu esquema corporal e de descontração e relaxamento.
Apaixonada pela área materno-infantil, Lúcia desenvolve também projetos na área da massagem infantil, fotografia, animação infantil​ e Babysitting Dinâmico e Individualizado (conheça melhor o seu trabalho em Salpicos – amor em movimento).

Patrícia Dias

(Enfermeira)

Enfermeira de profissão, por paixão e por vocação. Licenciada em 2015 pela Escola Superior de Enfermagem de Lisboa (ESEL). Cedo o gosto pela área da saúde materno-infantil surgiu e comecei em busca de aprofundar os meus conhecimentos nesse mundo. Ao longo da licenciatura fui realizando formações na área da preparação para o nascimento. Quando a terminei apostei no Curso de Aconselhamento em Aleitamento Materno pela UNICEF/OMS que me deixou ainda mais embevecida por esse mundo. Seguiu-se o Curso de Exercício Físico na Gravidez. Nunca fui amante de exercício físico mas rapidamente rendi-me a esta vertente tão encantadora. Mas desde sempre me pautei por uma auto-exigência muito própria e uma necessidade incansável de saber mais levou me em 2017 a ingressar na Pós-Graduação em Medicina Neo-Natal no Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa
(ICS-UCP). Em 2018 iniciei o meu percurso aqui no centro Materno-Infantil Árvore dos Bebés e a cada dia que passa gosto mais desta área profissional que me escolheu.

Maria João do Nascimento

(Enfermeira especialista em saúde mental)

Sou Enfermeira Especialista em Saúde Mental. Desde muito cedo me encontrei com o nascimento, com a descoberta e transformação de cada elemento da família em algo maior, acrescentado por um bebé. Há 30 anos que me surpreendo diariamente com a capacidade e a força que cada mãe e cada pai consegue encontrar, especialmente nos momentos mais difíceis com os seus filhos e como conseguem superar limites, até então desconhecidos. As alterações emocionais inerentes ao período da gravidez e pós-parto obrigam as famílias a mergulhar nos seus receios mais primitivos, no entanto, acredito que é desse processo doloroso que nasce uma nova família. Acredito no poder revolucionário do bebé.

Dulce Ferreira

(Enfermeira e consultora de babywearing)

Eu sou a Dulce, mãe, enfermeira e consultora de babywearing. Sou uma pessoa de afetos, que acredita num mundo melhor para todos, inclusive para os nossos bebés, talvez por isso goste tanto  do babywearing, algo pratico mas também de um extremo afeto para os nossos filhos!


Somos um espaço de apoio materno-infantil com especial enfoque na promoção do bem-estar emocional na gravidez e pós-parto e na promoção de um desenvolvimento infantil saudável e equilibrado


Arvore dos Bebes – Copright 2018 - Todos os direitos reservados

Receba nossas noticias:

Siga-nos